Cinco Votos para Obter Poder Espiritual.

Primeiro - Trate Seriamente com o Pecado. Segundo - Não Seja Dono de Coisa Alguma. Terceiro - Nunca se Defenda. Quarto - Nunca Passe Adiante Algo que Prejudique Alguém. Quinto - Nunca Aceite Qualquer Glória. A.W. Tozer

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Damares e o erro teológico da música "Alto preço"






Antes de qualquer coisa, vale a pena ressaltar que o texto que escrevi refutando a canção "Alto Preço" não possui cunho pessoal, nem tampouco visa desqualificar ou denegrir a cantora Damares. Na verdade, o post visa tratar de aspectos teológicos relacionados à música que do ponto de vista doutrinário, afrontam os ensinos das Escrituras.

Isto posto e esclarecido, vamos a canção:

A música em uma de suas estrofes diz: 
" Eu to pagando, eu to pagando
O preço pra morar no céu eu to pagando
Eu vou lutando, eu vou chorando
Cada detalhe o Senhor está somando
Eu to pagando, eu to pagando
O preço pra morar no céu eu to pagando
Eu vou lutando, eu vou chorando
A santidade tem um preço, eu to pagando" 

Como assim? Pagando para ir para o céu? Ora, afirmar isso é um grave erro teológico, mesmo porque ninguém pode comprar a salvação. Lamentavelmente na canção supracitada, Damares comete o desatino em afirmar que Deus soma os nossos méritos e nós “pagamos o preço para morar no céu”.  

Prezado amigo, vamos combinar uma coisa? Nossos méritos e justiça não passam de trapos de imundície. (Isaías 64:06)   Não existem nada que façamos que possa nos conceder a vida eterna.  Na verdade, somos merecedores do inferno, contudo, Deus por graça, bondade e misericórdia nos concedeu através de seu Filho, Jesus Cristo, salvação. Ademais, vale a pena ressaltar que as Escrituras ensinam que o homem é totalmente depravado, isto é, incapaz de redimir a si mesmo, e que necessita desesperadamente de salvação. Do ponto de vista bíblico afirmar que a salvação se dá por esforço e não por graça é acreditar que alguém pode ser salvo por obras, o que Bíblia diverge e condena. (Efésios 2:1-10)

Pense nisso!

Renato Vargens

Fonte: Blog Renato Vargens 


Redes Sociais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...