Cinco Votos para Obter Poder Espiritual.

Primeiro - Trate Seriamente com o Pecado. Segundo - Não Seja Dono de Coisa Alguma. Terceiro - Nunca se Defenda. Quarto - Nunca Passe Adiante Algo que Prejudique Alguém. Quinto - Nunca Aceite Qualquer Glória. A.W. Tozer

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Lições de Martin Bucer para pastores (Parte 2 de 2)

Resultado de imagem para martin bucer 
Sobre as Escrituras

Qual é a coisa mais eficaz que um pastor pode fazer para edificar uma igreja saudável? Como um pastor deve responder a uma ovelha fraca que está lutando muito contra o pecado? Qual é a cura para a raiz do pecado? Em resposta a essas perguntas que os pastores enfrentam, Bucer oferece a mesma resposta: as Escrituras. Mesmo Sobre o Verdadeiro Cuidado das Almas faz esta afirmação extensivamente a partir da Bíblia. Bucer começa cada capítulo com passagens que fornecem um fundamento para o seu raciocínio subsequente.
Falando sobre ovelhas fracas e em sofrimento, Bucer afirma que “o mais importante que deve ser feito é apontar para elas e adverti-las de que devem participar das reuniões da igreja com toda a diligência, ouvir com expectativa a Palavra de Deus, receber os santos sacramentos e serem zelosas e reverentes em todas as práticas da igreja” (168). Em outras palavras, Bucer argumenta que o plano de restauração e crescimento espiritual da Bíblia é prestar atenção à pregação da Palavra e receber a administração da Ceia do Senhor. Em nosso mundo de entretenimento cheio de “gurus” de autoajuda, o plano bíblico de ouvir a Palavra silenciosamente e receber humildemente a Ceia pode parecer fraco. No entanto, nunca devemos esquecer, como Bucer nos faz lembrar, que essas disciplinas aparentemente inconsequentes compreendem o plano de Deus para a saúde espiritual. Portanto, os pastores que buscam o bem-estar de seu rebanho enfatizarão tal plano.
Bucer exaltou a Palavra, porque ela fornece a cura para a raiz de nossas ações pecaminosas: a incredulidade. “Uma vez que todas as enfermidades e fraquezas na vida cristã decorrem da fraqueza e da ignorância da fé, e a fé vem pela Palavra de Deus e é fortalecida e encorajada por ela, todo o fortalecimento da ovelha fraca e enferma depende da Palavra de Deus fielmente anunciada a elas, e que elas sejam levadas a ouvi-la com prazer e tenham toda a sua alegria nela” (167). Expressando-o de modo simples, o cuidado pastoral começa com as Escrituras e, como pastores, devemos garantir que aqueles que estão sob nossos ministérios a recebam em abundância. Mais do que qualquer outra coisa, esse é o caminho para a saúde espiritual.
Sobre a evangelização
Finalmente, fico impressionado que mesmo antes do chamado “Movimento de Missões Modernas” e no contexto da chamada Europa “Cristã”, Bucer repetidamente exorta os pastores a buscarem os perdidos. Ele anuncia “o chamado e ordem apostólicos para ir até as pessoas de fora” (88). Ele argumenta que “os ministros de Cristo devem fazer tudo o que puderem para encorajar as pessoas à comunhão com Cristo, de modo que fique evidente que eles estejam compelindo as pessoas a entrar” (75).
Pastor, companheiro irmão ou irmã no Senhor: Como você tem se preocupado com a evangelização? Quando você vê alguém totalmente separado de Cristo, há uma tristeza que o leva a orar e a falar quando a ocasião surge? Bucer e a Bíblia não conhecem nenhuma categoria de um pastor que está ocupado demais estudando para buscar as ovelhas perdidas. Como Bucer observou com veemência, um verdadeiro pastor sai e busca aqueles que estão perecendo. Ele encerra o seu capítulo “Como as ovelhas perdidas devem ser buscadas” com essas palavras pungentes aos pastores que não buscam os perdidos: “O Senhor acusará esses pastores desleais ​​e infiéis com grande repúdio: a [ovelha] perdida não buscastes (Ezequiel 34.4) (89).


***

Fonte: Voltemos ao Evangelho 



Redes Sociais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...