Cinco Votos para Obter Poder Espiritual.

Primeiro - Trate Seriamente com o Pecado. Segundo - Não Seja Dono de Coisa Alguma. Terceiro - Nunca se Defenda. Quarto - Nunca Passe Adiante Algo que Prejudique Alguém. Quinto - Nunca Aceite Qualquer Glória. A.W. Tozer

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Genizah é o primeiro site do país a ser censurado com o instrumental do Marco Civil da Internet



Alvo da arbitrariedade do novo sistema de censura e da covardia de um líder religioso usando a poderosa máquina do Estado, Genizah paraliza suas atividades



Genizah foi forçado a retirar da rede um comentário do seu editor acerca de uma matéria da revista IstoÉ tratando da denuncia de favorecimento pessoal do ministro de estado e bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, o senhor Marcelo Crivella. Na reportagem, o sobrinho e sucessor esperado do polêmico Edir Macedo na IURD é denunciado por direcionar recursos públicos oriundos do ministério da Pesca, a pasta ministerial que ele ocupa, para uma ONG fundada por ele próprio.
Matéria da original da Revista IstoÉ pode ser lida AQUI.


No comentário HUMORÍSTICO e crítico –sim este é um veículo de jornalismo com pendor de humorístico, como declarado no  cabeçalho-logomarca desde site desde a sua fundação em 2009!- o editor de Genizah, diante da denuncia de suspeita de malversação de dinheiro público comentou ironicamente “Prever que um pastor da IURD irá roubar é como prever que o Vasco vai terminar em vice" (referindo-se a probabilidade de um líder na Universal, ocupando um cargo público, vir a se envolver em escândalos de corrupção ou malversação do dinheiro público).

Nos perdoem os vascaínos. Piada e provocação entre torcidas AINDA não dá cadeia neste país. De sorte que qualquer outro torcedor de futebol, que não os vascaínos,  tem todo o direito de provocar a torcida do time mais VICE do país sem incorrer em nenhum novo tipo de preconceito decretado pela ditadura do politicamente correto. Até porque, sobre o o jocoso vaticínio do segundo lugar não há peso de sentença… Há espaço para a esperança neste modelo probabilístico! 

O mesmíssimo axioma é aplicável aos políticos eleitos pelos fieis da IURD. Não está se postulando que hajam todos como ladrões, sempre cedendo às ardilosas oportunidades de corrupção e malversação advindas do exercício desonesto de um cargo público. Longe de nós, caluniar os nobres bispos IURDianos com proposição tão generalista. Posso crer que existam entre estes religiosos muitos capazes de resistir às tentações da corrupção. O que há, e o Google não nos deixa mentir, e nem exagerar, é o emporcalhamento extenso da imagem dos líderes da IURD, de acordo com a opinião popular nas redes sociais e da imprensa digital. Um exercício rápido de cálculo combinatório com elementos  sinônimos da palavras ladrão, corrupto, político, pastor e Universal descortina mais de 5,3 milhões de links na internet. 


Há, portando,  motivo para se fazer piada com o fato de um político ligado a igreja Universal estar envolvido com um escândalo financeiro?

Abaixo,  alguns prints (de centenas!) da busca realizada:



Até filmes já fizeram inspirados na fama de ladrão do pastor da Igreja Universal! Mas o Genizah deu 30% de chance de honestidade para a corja! Afinal, o Vasco da Gama não é VICE todos os anos....

Avalio desnecessário apresentar um relatório completo de monitoramento da rede sobre o assunto. Os escândalos envolvendo a IURD e os seus líderes são muito conhecidos. Já foram motivo de editoriais de jornais, revistas, sites e jornalísticos de TV centenas de vezes. Uma busca rápida em sites de humor e no YOU TUBE revelará centenas de vídeos parodiando as práticas de estelionato religioso da Igreja Universal do Reino de Deus.

 Políticos da IURD. Contra fatos...


Já tivemos deputados e políticos oriundos da IURD envolvidos em escândalos diversos. Entre os casos mais celebres do país! Não estamos nos referindo às dezenas de casos de pastores “pés-de-chinelo” da IURD envolvidos em crimes comuns (pesquisem na internet enquanto é possível!). Estamos aludindo a elementos da cúpula da Universal denunciados, investigados, julgados, condenados e cumprindo pena por conta de crimes contra a economia popular, corrupção passiva e ativa, estelionato, formação de quadrilha, charlatanismo e até falcificação! A começar pelo próprio Edir Macedo! Pastores e bispos da Universal se envolveram em quase todos os grandes escândalos no Congresso Nacional, inclusive o último: O MENSALÃO DO PT.  O bispo Rodrigues (IURD) foi condenado no Mensalão e cumpre pena por crime de corrupção, formação de quadrilha e etc e tal!
 Hare Krishna AuAu! Hare Au Re!

Um bispo político da IURD honesto. Tão raro quanto um cachorro Hare Krishna


O bispo Rodrigues não é exceção. É regra.  São muitos escândalos no histórico da Universal. Apenas no Escândalo dos Sanguessugas, de um total setenta e dois denunciados, dezessete eram políticos ligados a IURD. Agora, pasmem leitores: Do total de 18 parlamentares federais ligados a IURD no ano de 2006 apenas um escapou ileso e não foi investigado no caso!
Ora, nosso santo protetor dos desembargadores brasileiros, a probabilidade de um político oriundo da IURD estar envolvido em um escândalo não é comparável à chance do Vasco da Gama ser vice campeão em um torneio de que participe. Genizah foi é muito amável com o o ministro dos Bagres, o sr. Crivella! Em termos probabilísticos, as chances de um cachorro amarrado com uma linguiça a um poste seguir eternamente preso  -visto que se trata de um canis vegano,  daqueles  que jamais iria tocar em carne, ainda que para obter a sua liberdade- é muitíssimo maior! Em que pese a crescente adesão dos cachorros brasileiros ao culto Hare Krishna… 
E saibam mais, senhores desembargadores, o descrédito dos políticos da IURD é tamanho que a própria cúpula da seita, composta por Edir Macedo, o seu sobrinho Crivella e outros personagens decidiu proibir a candidatura à reeleição de parlamentares sob suspeita, no sentido de que não apoiaria tais candidatos. Bem assim, em 2006, apenas dois membros da igreja tentaram a reeleição após o referido escândalo, mas não conseguiram assegurar o mandato.

Ou seja, senhores desembargadores que deferiram a tutela antecipada ao Sr Crivella, censurando o nosso site: a fama de gatunagem de recursos públicos dos políticos da IURD é de tal monta notória que até mesmo a liderança da IURD reconhece o fato! Só quem desconhece esta fama são os nobres magistrados, a Dilma e o Lula que escolheram Crivella para seu ministro de estado, se bem que estes últimos, nunca sabem de nada  e só acordam quando o cumpadre Washington os chama de INOCENTE!



Bem assim, nos resta inquirir acerca da VERDADEIRA razão da concessão da tutela antecipada neste caso. Certamente, não se baseia no risco de dano irreparável à reputação dos bispos da Universal por inédita e absurda revelação da associação destes com  a corrupção e o roubo. Esta já é uma pecha recaindo sobre o ministro Crivella e seus companheiros de quadrilha há décadas. Não há, absolutamente, novidade alguma no comentário do editor do Genizah. A tutela antecipada, neste caso, visando evitar dano irreparável à imagem do homem público, político e líder da IURD, Sr Marcelo Crivella, beira o ridículo!  Um tiro de canhão dado contra um mosquito! Uma quartelada num pobre pasquim digital religioso antecipando um golpe da censura generalizada à imprensa, como se antevê no exame do novo Marco Civil da Internet!

É uma arbitrariedade contra um pequeno site de interesse dos evangélicos com o único objetivo de dar um mimo pessoal a um ministro de estado que se utiliza da potência da Advocacia Geral da União a fim de calar um desafeto pessoal!

Onde está a razão de urgência a justificar a tutela antecipada do nosso conteúdo? A notícia é velha. Já se passaram meses! E a proteção da informação sigilosa? Da denuncia grave? Quer se agora censurar o senso comum? A VOX POPULI traduzida em 5,3 milhões de declarações similares na rede? 

Onde se entende a medida de exceção neste exercício de truculência e arbitrariedade estabelecendo a CENSURA como não se via nem nos tempos da ditadura militar! Encarnou nesta banca o espírito de Armando Falcão?


Então, meus caros leitores, chegamos ao ponto:

Ao afirmar que a probabilidade de um político da IURD se envolver em um escândalo o Genizah fez alguma revelação surpreendente, inédita, original e de tamanho potencial ofensivo que pudesse causar um prejuízo irreparável a imagem dos políticos egressos da liderança da IURD em geral e ao senhor Marcelo Crivella em particular? Tanto mais se o comentário é feito em um site de humor e no contexto de uma denúncia real, devidamente documentada e apresentada por diversos veículos de comunicação de alcance nacional? Não. Isto é coisa de ditadura, abuso de poder econômico e  desvio gravíssimo das atribuições da Advocacia Geral da União.



Mas afinal, do que se trata esta tal TUTELA ANTECIPADA usada para censurar o Genizah?


Tutela antecipada  é o ato de um magistrado, por meio de decisão interlocutória, que adianta ao postulante, total ou parcialmente, os efeitos do julgamento de mérito, quer em primeira instância quer em sede de recurso. Ou seja, em se tratando de uma questão envolvendo matéria jornalística ou obra tipo um livro, filme, etc. o juiz manda recolher, retirar, sem mesmo ouvir a outra parte, citá-la ou julgar se o que está ali declarado é procedente, parte da livre expressão de todo cidadão, etc. Obter uma tutela antecipada não é coisa fácil. Tanto mais quando a pessoa envolvida é uma pessoa pública. Entende-se que a pessoa ao decidir viver a notoriedade também está sujeita a crítica popular. Faz parte do "pacote". Muito mais difícil é obter uma tutela quando se trata de um líder religioso conhecido ou de um político. Muitíssimo mais difícil se o tal político estiver no exercício das atribuições do cargo público que ocupa. Imaginem se a coisa fosse fácil, nunca teríamos um político sequer alvo de uma investigação da imprensa.

A tutela antecipada da matéria jornalística é, para todos os efeitos, CENSURA. Por que? Porque quando se considera a morosidade da justiça brasileira, o ato do magistrado estará censurando a matéria até o julgamento do mérito em última instância. 


Ou seja, muito tempo e dinheiro depois, quando sair a noticia de que o governador Fudêncio roubou os cofres do estado, este já estará morto e enterrado, o estado que ele governava poderá ter sido dividido em dois e a nova capital do novo estado poderá bem se chamar Fundênciopolis resultando no estigma perpétuo dos seus cidadãos que poderiam ter votado e escolhido destino diferente se a denuncia contida na notícia censurada no passado por força de uma tutela antecipada fosse conhecida à época. Já com Fundênciopolis sendo uma realidade, só nos resta dizer: Bom, vocês sabem o que...

Agora, considerem o seguinte...

O senhor Marcelo Crivella foi pego com mão na botija direcionando recursos públicos a seu favor, segundo alegado pela imprensa. Estava ele no exercício de seu cargo público. Não contestou os demais veículos de imprensa que revelaram a pretensa malversação, mas decidiu que deveria usar de todo o peso de seu cargo e do aparato da advocacia geral da União para atacar um bloguinho de religião.






Crivella usa a Advocacia Geral da União para atacar blog desafeto e  jato da FAB para dar carona a pastores! É o estado emprestando recursos a mafiosos religiosos!
Isto é revoltante!

A advocacia geral da União solicita a tutela antecipada da causa, isto é a matéria ofendendo o ministro, e se fixa no ponto em que a ofensa teve de particular. 

A Advocacia-Geral da União (AGU) é a instituição brasileira responsável pelo exercício da advocacia pública em âmbito federal. Por advocacia pública federal entende-se a defesa de todos os poderes da União em sede judicial ou extrajudicial, bem como o exercício de atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo Federal.

Algum jurista pode me informar se é atribuição da AGU se envolver com a censura de blogs apologéticos. Estaria esta dentro de suas atribuições ao defender a moral do Sr. Crivella no âmbito de sua vida de líder religioso, não de autoridade pública? 

Máfia das ambulâncias, anões do orçamento, sanguessugas, mensalão e outros. Líderes da Universal são acusados de envolvimento nos mais notórios escândalos de corrupção do Brasil desde a década de oitenta do século passado!

Considerem ainda...

Tutela antecipada é uma medida incomum na matéria aqui tratada e rara nas circunstâncias propostas. O que poucos sabem é que o Marco Civil da Internet contem em seu bojo o risco de banalização deste ato, a ponto de instalar a censura da imprensa no Brasil de forma vista somente em ditaduras. 

Estamos diante do que pode ser chamado de CENSURA DEMOCRÁTICA. Inventamos o segundo inferno da inteligência!

Toda a argumentação utilizada no pedido de tutela da matéria do Genizah foi absolutamente inspirada no texto da lei do Marco Civil. É só comparar os textos. Não é preciso ser advogado. Basta saber ler.

A instrumentalização da censura a partir do Marco Civil da Internet não é uma teoria conspiratória. Esta ai para todos verem. Genizah teve a honra de ser o primeiro. Nosso conteúdo foi censurado sem julgamento do mérito, sem direito a defesa, sem citação, sem a constituição sequer de um advogado! Ao menos na ditadura militar havia lá um capitão ou coronel censor a quem se podia tentar engabelar... A censura prévia era pontual. Agora, meus amigos, melou! 

Socorro, meu santo Sobral Pinto! Nos proteja, beato Barbosa Liima Sobrinho!

Sobre o Marco Civil da internet


A medida foi tomada antes da aprovação do marco civil, mas no espírito desta lei (estamos falando de um Ministro de estado, Marcos Crivella!), seguindo argumentos claramente inspirados nos parágrafos três e quatro do artigo dezenove do marco civil da internet. Confira no vídeo a seguir a partir do minuto 8.

O vídeo a seguir é recheado de humor e desaforos, mas o seu alarmismo não é exagerado: 






Aquilo que foi claramente uma medida de exceção, decorrente do poder de um bispo Ministro de estado poderá se tornar pratica corriqueira! Hoje foi o Genizah. Amanhã o seu site!

A comparação dos processo vis a vis o texto do Marco Civil aprovado confirmam que este foi um ensaio do que há por vir.
O relatório do voto vencido  (AQUI) da desembargadora Ana Sardas está coerente com a jurisprudência pré Marco Civil da Internet. Já a arbitrariedade ofertada ao pedido dos advogados da União beneficiando o Sr Marcelo Crivella marca a derrota da liberdade de expressão (AQUI)
Pode um cidadão comum obter justiça se opondo a Advocacia da União, ao império da Igreja Universal e ao inimigo poderoso revestido do cargo de ministro de estado do governo do PT? 

Este governo intentou diversos golpes para calar a imprensa. Foi vencido e desmascarado. Desta feita, ganhou o maior de todos os instrumentos de censura que este país já viu desde o AI-5!

Hoje foi o Genizah. Amanhã todos os outros que se opuserem a este governo.

Hoje o Genizah. Amanhã a Igreja e a favor do interesse dos ativistas anticristãos!
Sendo um político, ocupante de um cargo público e bispo da IURD, tem o senhor Marcelo Crivella o direito de se sentir ofendido por um comentário jocoso? Claro que tem! Pode a justiça decidir a seu favor? Dificilmente. Há uma longa discussão envolvendo liberdade de expressão, em especial e a sua condição de pessoa pública. A jurisprudência é farta no sentido de favorecer a liberdade de expressão nestes casos. Fosse diferente, não haveria jornal e revistas abertos neste país, tão pouco humoristas e blogueiros soltos.
Mas a justiça está ai para isto. Todos podem demandar. Levar é outra história. Está assegurado o direito a ampla defesa. O Brasil não é uma DITADURA.

Ou é?
Um político ligado a uma seita envolvida em um mar de denuncias de estelionato e corrupção não pode ter uma matéria que lhe é desfavorável em um site de grande alcance na igreja evangélica.

São milhões de notícias, imagens, posts em blogs, comentários em rede social afirmando a mesmíssima coisa que o Genizah publicou. De forma peremptória! Conteúdo explicito. Denuncias corroboradas com provas incontestes. Sentenças condenatórias transitadas e julgadas! Sátiras e críticas debochadas. Na TV aberta, no rádio, em jornais e revistas. Comentários de toda a espécie. De bom e mau gosto; grosseiros e até pornográficos!

Há até documentos oficiais do governo de outros países afirmando: A IURD é uma igreja de ladrões (AQUI). 

Mas na mídia evangélica em época de eleição não pode. Afinal, Crivella é um dos poucos, ditos evangélicos, que apoia o governo do PT.

Censura!

A TV Globo, a Veja, a IstoÉ e outras revistas nacionais estamparam em sua capas e no horário nobre manchetes confirmando: A IURD é uma organização envolvida em denúncias de roubo, estelionato, malversação de recursos públicos.

Então por que CENSURAR o Genizah quando este oferece um comentário jocoso insinuando este FATO de amplo domínio público? 
Ouso afirmar que não foi a publicação em questão o alvo da ação dos poderosos do movimento neopentecostal. Basta conferir as denuncias que fizemos ao longo mais de cinco anos contra os falsos apóstolos e falsos profetas da igreja brasileira. Genizah incomoda. Genizah tem amplo alcance na igreja evangélica brasileira. Genizah abriu os olhos de muita gente. Estamos em ano eleitoral. O sr. Marcelo Crivella é candidato. Ministro deste governo. Elogiado pela presidenta! Está claro agora ou é preciso explicar mais?

Felizmente, o Genizah não está sozinho. Há milhares de blogs de conteúdo semelhante na internet. São mais 1,5 milhões de acessos mensais somente a este site. Quem nos visita concorda com as denuncias. Graças a milhões de blogueiros e internautas cristãos, o que antes estava escondido nos armários hoje está exposto na varanda virtual! Os falsos profetas, os usurpadores, os exploradores da fé alheia tremem! A igreja que não se dobrou está de olho! E não vai se curvar.

Partiremos para a clandestinidade?


Como editor, Eu nunca me escondi atrás de pseudônimos para denunciar o que denunciei. Sou pessoa pública. As pessoas sabem quando e onde me encontrar. Pago preço alto para fazer o que o faço. E o faço não é por gosto, mas por que a Palavra nos comanda a fazer (Tito 1:9). Faço usando uma linguagem franca, bem humorada e popular, não por limitação acadêmica ou intelectual. Quem conhece o meu background, sabe muito bem que este é um processo que me é até custoso! Antinatural. Faço o que faço -e como faço- de caso pensado. Assumi a agenda da denuncia apologética popular. Do profetismo de dentro para dentro. Não sou iludido acerca consequências. Sei com Quem posso contar. 
O Genizah vai paralisar as suas atividades
Nos próximos dias, a equipe do Genizah irá se recolher para oração. Vamos buscar de Deus. Teremos resposta. Até lá, tudo podemos e suportamos (censura, ameaças, atentados, difamação e perseguição) Naquele que nos fortalece.

Que Deus tenha misericórdia do Brasil e não permita que aqui se estabeleça uma ditadura.



Redes Sociais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...